Tag Archives: paraíba

DER reduz proposta de reajuste nas tarifas intermunicipais. Confira o novo preço das passagens.

30 jan
rodoviaria

Imagens: TV Arapuan.

O Conselho Executivo do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba, em reunião realizada nessa sexta-feira (25), reduziu o percentual proposto pelas empresas integrantes do sistema de transporte coletivo intermunicipal – 21,7% para linhas de características urbanas e 19,6% para linhas de características rodoviárias – e aprovou um reajuste médio de 7% no valor das tarifas praticadas nestas linhas de transporte de passageiros e para a travessia hidroviária Cabedelo/Costinha. As novas tarifas entrarão em vigor a partir de zero hora deste domingo (27).

Para aprovar os novos índices de reajuste, o Conselho Executivo do DER, sob a presidência do engenheiro Carlos Pereira de Carvalho e Silva, após analisar reivindicações das empresas que operam o sistema, levou em consideração diversos fatores para a concessão de um reajuste possível tanto para as empresas como para os usuários.

Foi feita uma análise detalhada de aumento de preços dos insumos básicos formadores do custo operacional dos ônibus, principalmente do óleo diesel, superior aos índices inflacionários oficiais e, ainda, a redução anual na quantidade de passageiros transportados pelo Sistema. Foram consideradas, também, a necessidade de renovação e ampliação da frota, a melhoria da qualidade dos serviços prestados e, por fim, a garantia da segurança da população usuária dos transportes intermunicipais de passageiros.

Veja abaixo valores das passagens nas principais linhas:

PRINCIPAIS LINHAS

EMPRESA

 VALOR DA TARIFA A PARTIR DE 27/01/2019

SERVIÇO DE CARACTERÍSTICA URBANA
João Pessoa – Alhandra PB Rio           9,40
João Pessoa – Jacumã (Via BR-101) Transnacional           9,40
João Pessoa – Jacumã (Via PB-008) Transnacional           4,30
João Pessoa – Conde (Via BR-101) Transnacional           5,95
João Pessoa – Bayeux Consórcio           3,80
João Pessoa – Bayeux / SESI Consórcio           3,80
João Pessoa – Cabedelo Transnacional           4,15
João Pessoa – Santa Rita Consórcio           4,15
João Pessoa – Santa Rita – Várzea Nova Consórcio           3,80
Campina Grande – Fagundes Fagundense           5,85
Campina Grande – Alagoa Nova São José           6,15
Campina Grande – Queimadas Tomaz           4,75
Campina Grande – Serra Redonda Novo Horizonte           6,15
Campina Grande – Massaranduba Novo Horizonte           4,75
SERVIÇO DE CARACTERÍSTICA RODOVIÁRIA
João Pessoa – Patos (ônibus executivo) Guanabara          84,35
João Pessoa – Conceição (ônibus executivo) Guanabara        133,25
João Pessoa – Cajazeiras (ônibus executivo) Guanabara        132,55
João Pessoa – Campina Grande (ônibus executivo) Real          33,30
João Pessoa – Itabaiana (Via Cajá) (ônibus convencional) Transnorte          19,80
João Pessoa – Guarabira (Via BR-230) (ônibus convencional) Rio Tinto          21,90
João Pessoa – Mamanguape (Via BR-101) (ônibus convencional) Rio Tinto          12,40
João Pessoa – Rio Tinto (Via BR-101) (ônibus convencional) Rio Tinto          13,95
SERVIÇO HIDROVIÁRIO POR FERRY-BOAT
Cabedelo – Costinha / Passageiro Nordeste           1,55
Cabedelo – Costinha / Automóvel Nordeste          16,20
Cabedelo – Costinha / Passageiro / Lancha ônibus Nordeste           1,80
Cabedelo – Forte Velho / Passageiro / Lancha ônibus Nordeste           4,45
Costinha – Forte Velho / Passageiro / Lancha ônibus Nordeste           2,20
 

Anúncios

Atendimento do Cedmex será suspenso nesta sexta-feira (30)

29 nov
Cedemex-Campina-Grande

Cedmex em Campina Grande.

Os Centros Especializados de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex) em todo o estado irão suspender o atendimento ao público nesta sexta-feira (30), último dia útil do mês. A suspensão do atendimento é para que seja realizado o balanço mensal no estoque de medicamentos e o atendimento ao público volta a ser realizado normalmente na próxima segunda-feira (3). As datas em que o atendimento é suspenso ao público são divulgadas antecipadamente para evitar transtornos para os usuários do Cedmex, especialmente para os que residem fora dos 12 municípios onde estão localizadas as sedes das Gerências Regionais de Saúde (GRS) do Estado e onde funcionam o serviço.

De acordo com o cronograma divulgado, no mês de dezembro o atendimento ao público será suspenso no dia 28. O balanço é realizado mensalmente pelos funcionários do Cedmex para que seja feita a verificação do estoque de medicamentos e a necessidade de novos pedidos. Em razão disso, nas datas informadas não acontecem a entrega de medicamentos nem o cadastro de novos pacientes.

O Cedmex distribui medicamentos de alto custo, adquiridos diretamente pelo Ministério da Saúde, financiados com recursos repassados pelo Governo Federal ou pela própria Secretaria de Estado da Saúde. Atualmente, o Centro tem 34.225 usuários cadastrados e, entre eles, 21 mil residem na abrangência da sede da 1ª Gerência Regional, em João Pessoa. O serviço é responsável pelo tratamento de 88 patologias, na sua maioria doenças crônicas e de alto custo, contemplando 273 apresentações farmacêuticas.


Assessoria.

Bolsonaro mantém hegemonia em 3 cidades paraibanas

30 out
Brazil Elections

Bolsonaro e esposa durante convenção do PSL. Foto:(Leo Correa/AP)

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) manteve a dianteira eleitoral em três importantes cidades da Paraíba: João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo. Na primeira delas, a capital João Pessoa, Bolsonaro venceu no primeiro e segundo turnos. No primeiro, o presidente eleito obteve 204.456 votos (49,87%). Já no segundo, alcançou 228.710 votos (54,80%), ampliando a vantagem.

Ainda na capital paraibana, no primeiro turno, Fernando Haddad (PT) obteve 99.614 votos (24,30%). No segundo também cresceu, saltando para 188.655 votos (45,20%). A votação, porém, não foi suficiente para superar Bolsonaro na capital paraibana.

Em Campina Grande o desempenho positivo de Bolsonaro também foi mantido. O capitão da reserva alcançou 126.554 votos (56,30%) no segundo turno, e 110.542 votos (50,61%) no primeiro. 

Cabedelo foi outro município onde o presidente eleito manteve a hegemonia, com 17.852 votos (50,94%) no 2o. turno. Confira e compare os percentuais entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

1º turno – RESULTADOS EM CABEDELO (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro

PSL

47,23%    16.106 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

30,56%     10.420 votos

2º turno – RESULTADOS EM CABEDELO (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro Eleito

PSL

50,94%    17.852 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

49,06%    17.190 votos

1º turno – RESULTADOS EM CAMPINA GRANDE (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro

PSL

50,61%  110.542 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

20,63%  45.065 votos

2º turno – RESULTADOS EM CAMPINA GRANDE (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro Eleito

PSL

56,30%126.554 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

43,70%  98.243 votos

1º turno – RESULTADOS EM JOÃO PESSOA (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro

PSL

49,87%204.456 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

24,30%  99.614 votos

2º turno – RESULTADOS EM JOÃO PESSOA (PB)

Candidato Votos *
Candidato Jair Bolsonaro 17

 

Jair Bolsonaro Eleito

PSL

54,80%  228.710 votos
Candidato Fernando Haddad 13

 

Fernando Haddad

PT

45,20%  188.655 votos

 

 

 

 

 

 

 

Operação Voto Seguro registra mais de 60 ocorrências eleitorais na PB

9 out
urnas

Cris Faga/Estadão Conteúdo

Em mais um pleito eleitoral que contou com a presença efetiva da Polícia Militar nos 223 municípios da Paraíba, a corporação registrou pouco mais de 60 ocorrências relativas a crimes eleitorais, resultando na condução de mais de 70 suspeitos. Os números compreendem parte do período da Operação Voto Seguro, que começou na última quarta-feira (3), e terminou no domingo (7), após a eleição.

De quarta-feira (3) até as 21h do domingo, foram 62 ocorrências em que a Polícia Militar foi acionada por eleitores, membros da Justiça Eleitoral, por denúncias feitas ao número 190, ou por iniciativa própria, resultando na constatação de algum indício de crime eleitoral em 62 municípios. O domingo registrou a maior quantidade de ocorrências: foram 47. Ao todo, nos cinco dias, 77 pessoas foram conduzidas às delegacias da Polícia Federal ou Civil, ou apresentadas na Justiça Eleitoral. Entre os crimes estavam propaganda irregular, transporte de eleitores, boca de urna, e outros.

O emprego do efetivo policial e o acompanhamento das ocorrências eleitorais aconteceram a partir dos Centros de Decisão Estratégica Integrados (CDEI), que reuniam representantes de diversas instituições, e foram instalados nas sedes da Justiça Eleitoral nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos. Após 14 anos, tropas federais não foram requisitadas para Campina Grande. Além disso, não foram registradas ocorrências de grande vulto na cidade. No domingo, foram três conduzidos para as delegacias, sendo uma suspeita de fazer boca de urna, e os outros dois por tumulto em uma seção eleitoral.

“A tranquilidade do pleito foi resultado do empenho e trabalho das forças de segurança, e da atuação direta de toda a corporação da Polícia Militar. Todos os recursos, tanto humanos, logísticos, e de tecnologia, foram empregados desde o planejamento até a execução, para trazer ainda mais tranquilidade ao andamento do pleito, garantindo à população a segurança para o exercício do direito ao voto”, disse o comandante-geral da PM, coronel Euller Chaves. “Também agradecemos a confiança da Justiça Eleitoral para com a nossa corporação, o que só fortalece as instituições e o cumprimento de suas atribuições constitucionais”, finalizou.

VOTO SEGURO – Desde a última quarta-feira, foram mais de 4500 policiais e bombeiros militares empregados direta e indiretamente nos locais de votação. Apenas de João Pessoa, 1.175 policiais e bombeiros foram mobilizados para os Comandos Regionais Metropolitano, de Campina Grande e de Patos, para a posterior atuação nos municípios. A Operação Voto Seguro deverá acontecer também no segundo turno, e a corporação já prepara um novo planejamento para as novas ações.


Assessoria.

Embarque das tropas estaduais que vão atuar nas eleições já começou

3 out
polícia-militar-pm-paraíba

Foto: Divulgação.

O embarque do efetivo que vai atuar na operação “Voto Seguro” teve ínicio nesta quarta-feira (3), a partir das 9h30, com o envio de mais de 300 policiais e bombeiros militares para o reforço na região do Sertão. O ponto de partida foi o Centro de Educação da Polícia Militar, em Mangabeira VII, na Capital, e contou com a presença do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Romero Marcelo, do comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, e de outras autoridades envolvidas na segurança do pleito.

O plano de segurança das eleições, montado pelo Estado Maior Estratégico da Polícia Militar, prevê quatro eixos principais de atuação: a guarda das urnas eleitorais, a segurança dos 1.776 locais de votação, o reforço do policiamento nos municípios e o acompanhamento em tempo real de tudo que acontece durante o dia do pleito, através dos Centros de Decisões Estratégicas Integrados, instalados em João Pessoa, Campina Grande e Patos. A operação mobiliza cerca de 4.597 policiais e bombeiros militares e 1.380 viaturas.

Antes de embarcar, os policiais e bombeiros receberão as últimas recomendações e uma cartilha com os procedimentos legais que são adotados contra as condutas mais corriqueiras no período. A programação do envio das tropas tem, na quinta-feira (4), o embarque do efetivo que vai atuar na região Agreste do estado e será concluída na sexta-feira (5), com o envio do reforço para as cidades do litoral paraibano.

Na sexta-feira, a Polícia Militar já estará pronta para começar a recepcionar e guardar as urnas até a abertura dos portões para o início da votação, que acontecerá às 8h do domingo (7).


Assessoria.

Pesquisa Big Data aponta liderança de João Azevedo (33%) ao Governo e Cássio Cunha Lima (35%) ao Senado

25 set
joao

Foto: divulgação.

Nesta segunda (24), o Instituto de Pesquisa Big Data/TV Record divulgou os resultados atuais sobre a disputa para o Governo da Paraíba apontando a dianteira de João Azevêdo (PSB), com 33% das intenções de voto. O segundo colocado é José Maranhão (MDB), que aparece com 23% da preferência eleitoral. Lucélio Cartaxo (PV) figura na terceira posição com 19%.

Tárcio Teixeira (PSOL) foi o preferido de 1% do eleitorado e Rama Dantas (PSTU) não pontuou na consulta. Brancos e nulos são 13% e indecisos somam 11%. Em comparação com a pesquisa anterior do próprio Instituto, percebe-se uma queda acentuada no percentual de indecisos. Veja:

comparacao_-_big_data

Quadro disponível no site do Polêmica Paraíba.

 

Para o Senado, os números são os seguintes: Cássio Cunha Lima (PSDB) lidera com 35%, Veneziano Vital do Rego (PSB) vem em segundo lugar com 31%; Luiz Couto (PT) e Daniella Ribeiro (PP) somam 22% cada um.

senado

Quadro disponível no site do Polêmica Paraíba.

Destaca-se o crescimento acentuado de Daniela Ribeiro que, em aferições de outros institutos, amargava 14% do eleitorado, enquanto Cássio cravava 41%. (Pesquisa Ibope)

daniela

Foto: divulgação.

Em quinto lugar está o emedebista Roberto Paulino com 14% das intenções de votos. Nelson Júnior (PSOL) tem 4% e Nivaldo Mangueira (PSOL) totaliza 2% da preferência.

O percentual de nulos e brancos para o Senado são muito parecidos com os números deste segmento para o Governo: 14% para o 1º voto e incríveis 25% para o 2º voto ao Senado. A pesquisa foi registrada no TRE sob o nº PB 00569/2018, encomendada pela TV Record e realizada entre 21 e 22 de setembro com mil entrevistados. A margem de erro é de 3% e o nível de confiança é de 95%.

 

Pesquisa diz que Maranhão lidera intenções de voto, mas internautas não perdoam: “foi assim em 2010”.

3 set

Pesquisa de intenção de voto estimulada para o Governo da Paraíba, nas eleições deste ano, realizada pela Método Pesquisa e Consultoria e contratada pelo Jornal Correio da Paraíba, revela a liderança de José Maranhão (MDB), com 32,7% das intenções de voto.

Em segundo lugar, aparece Lucélio Cartaxo (PV), com 17,5%, seguido de João Azevedo com 14,6%. Tárcio Teixeira (PSOL) aparece com 1,1% e Rama Dantas (PSTU) com 0,4% das intenções de voto. Indecisos somaram 15,6% e brancos/nulos totalizaram 18,1%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PB-03418/2018, em 60 municípios da Paraíba, durante agosto de 2018, sendo aplicados 1.100 questionários no Estado. A margem de erro é de 3%, com intervalo de confiança de 95%.

Mas os internautas não perdoaram. Desenterraram a capa histórica, publicada pelo Jornal Correio, em 2010, dando como certa a eleição de José Maranhão sobre Ricardo Coutinho. Na época, o jornal trazia os índices aferidos pelo Instituto Consult, conforme imagem abaixo.

capa2010

Imagem: capa do Jornal Correio da Paraíba com percentuais da pesquisa Consult, de 2010, para governador do estado.

O resultado é conhecido de todos: Ricardo Coutinho (PSB) foi eleito governador da Paraíba em 31 de Outubro de 2010, no segundo turno. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) naquela eleição, às 20h01, Coutinho tinha 53,61% dos votos, contra 46,39% do atual senador José Maranhão (PMDB), o que parece sugerir que houve alguma espécie de confusão nos dados e as estatísticas acabaram sendo trocadas pelo Instituto.