Tag Archives: fabiano gomes

Fabiano Gomes era funcionário da Assembleia Legislativa. Confira a remuneração

28 ago

O Diário do Poder Legislativo da Assembleia Legislativa da Paraíba, de 10 de Agosto último, traz uma notícia surpreendente: a exoneração do radialista Fabiano Gomes, através de um ato da mesa diretora da Assembleia, publicado no Diário desta data.

De acordo com o ato da mesa de nº 53/2018, assinado pelo deputado Gervásio Maia (PSB), presidente da Assembleia, e pelo 2º secretário da mesa, deputado Branco Mendes (DEM)  o comunicador teve exoneração, com efeito retroativo a 31 de julho de 2018, publicada no referido Diário.

fabianoassembleia

De acordo com as informações de outro documento, a Tabela de Cargos Comissionados da Assembleia, o código do cargo que Fabiano Gomes ocupava era o AL-AS-003, que garante remuneração mensal de R$ 2.700.

tabela

Acesse o Diário do Poder Legislativo da Assembleia na íntegra e a Tabela de Cargos Comissionados da Assembleia para conferir as informações.

Anúncios

PB1 confirma a chegada de Fabiano Gomes. Saiba como será o procedimento

23 ago

PB-1-Presidio

A assessoria de imprensa da Superintendência Regional da Polícia Federal na Paraíba confirmou o retorno da equipe com os agentes que conduziram o radialista Fabiano Gomes para a audiência de custódia, na manhã desta quinta (23), em João Pessoa. De acordo com a assessoria, este destacamento foi o responsável por transferir o comunicador à Penitenciária DR ROMEU GONÇALVES DE ABRANTES, mais conhecida como PB1, em Jacarapé.

Ao chegar ao presídio, Gomes deve passar por um período de recolhimento, no qual a direção da penitenciária deve avaliar se há risco de morte, ameaças, ou qualquer outro empecilho, de acordo com a Gerência de Inteligência da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP).

Os primeiros 5 dias de Fabiano, dentro do PB1, serão de adaptação. A assessoria da SEAP informou que este é um procedimento padrão. Após esse período, o comunicador deve ser encaminhado a uma cela individual. O PB1 possui celas individuais e coletivas.

As celas individuais possuem colchão, banheiro e cama de alvenaria. O detento recebe um kit de higiene composto pela farda do presídio (calça amarela e camisa branca), escova de dentes, sabonete e sandálias de dedo.

As visitas acontecem aos domingos e quartas, sendo que as visitas íntimas ocorrem às quartas-feiras. A assessoria da SEAP informou que ainda não sabe se o radialista terá direito às visitas nesta primeira semana.

 

 

Radialista Fabiano Gomes será encaminhado ao presídio PB1, em Jacarapé

23 ago

Fabiano-Gomes-1

Após audiência de custódia realizada na manhã desta quinta (23), o radialista Fabiano Gomes, envolvido na Operação Xeque-mate, será encaminhado para o presídio PB1, em Jacarapé. Abatido, o comunicador está sendo medicado, segundo informações de bastidores. O presídio PB1 abriga condenados por homicídio e tráfico de drogas, entre outros crimes.

PB-1-Presidio

O radialista foi preso preventivamente na manhã de ontem (22), por determinação do relator do processo, desembargador João Benedito da Silva, por descumprir uma das medidas cautelares impostas na decisão decorrente da deflagração da 2ª fase da Operação Xeque-mate, no dia 13 de julho de 2018. Ele e outras 26 pessoas denunciadas pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) na Operação Xeque-Mate, estão sendo alvo de investigação. O radialista foi apontado como articulador do processo que culminou com a venda do mandato do então prefeito eleito de Cabedelo, Luceninha (MDB).

Fabiano Gomes esteve detido, sob custódia, na Superintendência da Polícia Federal, em João Pessoa até hoje (23). A audiência de custódia aconteceu no Fórum Criminal Ministro Oswaldo Trigueiro de Albuquerque Mello, na capital.

Fabiano Gomes é preso preventivamente pela Polícia Federal. Confira íntegra do mandado.

22 ago

mandadofabiano

O radialista Fabiano Gomes foi preso, preventivamente, pela Polícia Federal na manhã de hoje (22), em regime fechado. A prisão preventiva foi determinada pelo desembargador João Benedito da Silva, do Tribunal de Justiça, dentro das atividades da operação Xeque-Mate, desencadeada pelo Ministério Público da Paraíba, em parceria com a Polícia Federal.

Gomes teve dois mandados de busca e apreensão expedidos no último dia 3 de julho, um no trabalho e outro em casa. Ele é acusado de corrupção ativa, por ter intermediado a compra do mandato do ex-prefeito de Cabedelo, Luceninha, que renunciou ao cargo em 2013. A operação, de acordo com as investigações coordenadas pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), resultou na posse do atual prefeito afastado do município, Leto Viana (PRP). No documento não é possível detectar a fixação de fiança.

Fabiano Gomes foi preso porque descumpriu uma das medidas cautelares impostas: a de comparecimento periódico, em Juízo, entre os dias 1º e 10° de cada mês, para informar e justificar suas atividades. Ao constatar o descumprimento, o mandado de prisão foi cumprido e o radialista está preso na Sede da Polícia Federal, em Cabedelo, podendo ser transferido para o presídio do Róger, após audiência de custódia, caso se comprove ausência de diploma de nível superior.

O magistrado também proibiu o acusado de deixar o território nacional, de ausentar-se dos limites das comarcas de João Pessoa e Cabedelo sem autorização judicial, manter contato presencial ou telefônico com as demais testemunhas, além do acesso ou frequência à Prefeitura de Cabedelo.