Arquivo | março, 2019

João Azevêdo inaugura obras no Sertão e autoriza adutora de Cajazeiras nesta quarta-feira

27 mar

O governador João Azevêdo visitou, nesta quarta-feira (27), municípios da região do Sertão da Paraíba, onde inaugurou obras nas áreas da educação e de infraestrutura e assinou Ordem de Serviço para implantação da adutora de Cajazeiras. Ao todo, os investimentos somam mais de R$ 22,5 milhões.

Confira o detalhamento da agenda:

Data: 27.03.19 – Quarta-feira

– Assinatura da Ordem de Serviço para implantação da 4ª Adutora de Cajazeiras
Hora: 10h
Local: Praça das Oiticicas – Centro – Cajazeiras

– Inaugura o Ginásio da Escola Cidadã Integral Elaine Soares Brasileira em Santa Helena
Hora: 15h
Local: Rua Joana Ferreira de Sousa, n°272 – Bairro Centro – Santa Helena

– Inauguração da Travessia Urbana de São João do Rio do Peixe
Hora: 17h
Local: Calçadão do Mercado Público – Centro – São João do Rio do Peixe

Anúncios

Operações Assepsia e Brumas combatem homicídios e tráfico de drogas no Brejo e Sertão paraibanos

27 mar

Prevenção e repressão qualificadas de homicídios e ao tráfico de drogas. Esse foi o objetivo de duas operações integradas das Forças de Segurança da Paraíba no sertão do Estado, e também na região de Campina Grande. O trabalho realizado pelas Polícias Civil, Militar e pelo Corpo de Bombeiros resultou na prisão de dez pessoas, na apreensão de seis adolescentes e na apreensão de armas, drogas e outros objetos utilizados para a prática dos crimes.

Na cidade de Pombal, aconteceu a ‘Operação Assepsia’, que teve o apoio da Polícia Rodoviária Federal. “As investigações foram iniciadas no mês de janeiro deste ano, quando foram feitos vários levantamentos pelos agentes de investigação e, como base nisso, representamos pelos mandados de busca em imóveis de pessoas que têm envolvimento com assassinatos e comercialização de drogas na cidade. A ação atingiu seu objetivo de confrontar o crime organizado, combater os homicídios, diminuir os crimes de roubos e furtos e tráfico de drogas e os demais ilícitos relacionados a essas ações criminosas. E nos preparamos para outras ações, porque a nossa meta é pelo menos uma operação por mês nas cidades”, frisou o delegado da 19ª Seccional de Polícia Civil, Ilamilton Simplício, destacando a participação de policiais militares, bombeiros militares e policiais rodoviários federais no trabalho.

operação assepsia731105277..jpg

Ao todo, na ação policial, foram presos quatro homens e apreendidos quatro adolescentes, entre eles duas do sexo feminino, além de apreendidos 72 pedras de crack, 102 trouxinhas de maconha, 180 gramas de maconha prensada, cinco máscaras, nove aparelhos celulares, duas balanças de precisão, um carregador  simulacro de arma de fogo, dois revólveres calibre .38, duas espingardas fabricação artesanal, quatro cartuchos calibre .28 intactos e 12 cartuchos calibre.28 deflagrados.

Na 21ª Área de Segurança Pública (Aisp) foi realizada a Operação Brumas, também de maneira integrada e com o objetivo de combater homicídios e comércio de drogas nas cidades de Bananeiras, Solânea e Arara. Seis pessoas foram presas e um adolescente apreendido por esses crimes e ainda por investigações que apontam autoria de roubos.

operação brumas 2575920237..jpg

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão preventiva, e duas pessoas foram presas em flagrante e um adolescente apreendido. “O cumprimento de duas por tráfico e uma por posse ilegal de arma de fogo. As prisões aconteceram dentro das residências dos envolvidos, que respondem por roubos e furtos nesses municípios. Todos foram conduzidos para Delegacia Seccional de Solânea, onde permanecem à disposição da Justiça”, esclareceu o major José Maria Ferreira. Crack pronto para a venda e duas espingardas ainda foram apreendidos pelos policiais civis e militares que participaram da operação.

 “A operação foi muito importante e essa integração é uma realidade da política da Segurança Pública, que vem sendo executada há oito anos, na qual as instituições trabalham em ações conjuntas visando à segurança e a paz social”, lembrou o tenente coronel Jean Benício, comandante do 2º Comando Regional do Corpo de Bombeiros Militar, acrescentando que o nome da ação policial fez referência ao nevoeiro comum à região onde foi realizado o trabalho integrado.

 

ODE concede Prêmio Ceci Melo de Participação Social nesta sexta (29)

27 mar

A Secretaria Executiva do Orçamento Democrático Estadual, em parceria com a Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (SEMDH), concede nesta sexta-feira (29), em João Pessoa, o Prêmio Ceci Melo de Participação Social – Ano Eunice Carneiro. O Prêmio homenageará mulheres – conselheiras, lideranças e gestora, em alusão ao Dia Internacional da Mulher (8 de março). A solenidade acontece a partir das 15h, no Centro de Formação de Educadores Professora Elisa Bezerra Mineiros, localizado no bairro Mangabeira VI.

O Prêmio Ceci Melo de Participação Social homenageará 14 mulheres conselheiras do Orçamento Democrático, mais 14 lideranças populares, além da gestora Emília Correia Lima, diretora presidenta da Companhia Estadual de Habitação (CEHAP).

Em sua sétima edição, o Prêmio, este ano, também homenageará Eunice Carneiro de Sousa (Dona Nicinha). Nicinha é dona de casa e líder comunitária, atuante no Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) há mais de 20 anos. Coordenadora Estadual do Movimento na Paraíba, Dona Nicinha é uma referência na luta pela moradia e liderança na comunidade em que reside.

A elaboração da sétima edição do Prêmio Ceci Melo de Participação Social se deu por meio de uma comissão organizadora, tendo sido as homenageadas indicadas e selecionadas por uma equipe composta por membros da secretaria executiva do ODE e da SEMDH. Receberão homenagens mulheres conselheiras e lideranças comunitárias das 14 regiões geoadministrativas do Estado.

O Prêmio Ceci Melo de Participação Social é uma iniciativa da Secretaria Executiva do ODE, e tem o objetivo de homenagear mulheres que se destacam na atuação pessoal, profissional ou política, em prol do desenvolvimento das comunidades que representam.

As homenageadas

Conselheiras:

1ª Região: Maria Ana dos Reis Santos (Conde)

2ª Região: Maria José Rufino Batista (Guarabira)

3ª Região: Vanda Elisabeth Balbino (Montadas)

4ª Região: Maria do Socorro Lira Silva (Cubati)

5ª Região: Hélia Cristina da Silva Alexandre (Monteiro)

6ª Região: Maria Liete Gonçalves Ferreira (Cacimba de Areia)

7ª Região: Maria Ivanilda da Silva (Pedra Branca)

8ª Região: Ana Claudia Saraiva Jales Maia (Belém do Brejo do Cruz)

9ª Região: Maria Auxiliadora Diniz de Abreu (Distrito de Divinópolis Cajazeiras)

10ª Região: Gorete Cesar da Silva (Sousa)

11ª Região: Ana Maria Da Silva Cardoso (São José de Princesa)

12ª Região: Perla Alves do Nascimento Santos (Juarez Távora)

13ª Região: Maria Luzia de Almeida Sousa (São Bentinho)

14ª Região: Nelimei Galdino (Baia da Traição)

Lideranças comunitárias

1ª Região: Lourdes Meira

2ª Região: Silvana (Nana)

3ª Região: Ana Patrícia

4ª Região: Damiana Patrícia

5ª Região: Quitéria Mariano

6ª Região: Maria Nilma

7ª Região: Maria Desterro

8ª Região: Luciana Quilombola

9ª Região: Joyce Montinelly Oliveira

10ª Região: Daniela Calin

11ª Região: Irene Tavares

12ª Região: Ângela de Cássia Cavalcanti

13ª Região: Francineide Vitoriano dos Ramos

14ª Região: Cida Potiguara

Extensão rural: Produtores aumentam renda cultivando maracujá em Juru

19 mar

Emater Juru 60 produtores aumentam renda cultivando maracuja 2

A busca por uma nova alternativa para melhorar a renda familiar, aproveitando as potencialidades agrícolas de suas propriedades, levou 60 agricultores familiares do município de Juru, que fica localizado próximo à cidade de Princesa Isabel, no Sertão, a cultivar maracujá em 50 hectares e uma produtividade considerada razoável, mediante as condições climáticas. O maracujá será vendido no próprio município de Juru, nas feiras livres e nas fábricas de polpa de frutas da região.

Orientados pela extensão rural promovida pela Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), antiga Emater, agora partem para a organização, ampliando a comercialização.  Além de Juru, em outros municípios da região, agricultores estão aderindo ao cultivo de maracujá, conscientes da importância desta cultura e da possibilidade de conquista de mercado.

No ano passado, uma fábrica de polpa comprou a produção de maracujá com pelo menos 50 plantadores sendo acompanhados pelos extensionistas rurais.

Num Dia de Campo realizado no município, foram apresentadas as potencialidades desta cultura na região, as vantagens de seu cultivo e daí em diante, levando mais agricultores a se interessaram pelo seu cultivo. “O plantio de maracujá cresceu ainda mais depois deste evento, não somente em Juru, mas em outros municípios da região”, lembrou o extensionista rural Josemilton Gomes de Matos, gerente local da Empaer. O curso ministrado pelo professor Ely Martins ajudou muito a despertar o interesse pelo cultivo de maracujá.

Para o fortalecimento ainda mais desta atividade, a Gerência Regional da Empaer em Princesa Isabel, está programando a realização de novos cursos sobre manejo do cultivo de maracujá, inclusive para melhor aproveitamento da produção. “Ainda temos muitos produtores carentes de tecnologias mais adequadas na condução da cultura”, comentou o gerente regional Hermes Maia.

 O produtor Fabiano Lourenço da Silva, do sítio Caatingueira, trabalha com uma área de 1 hectare irrigado por gotejamento em maracujá amarelo, com aproximadamente 1250 plantas, já esperando colher,  pela previsão, pelo menos 12 toneladas. A família também trabalha com os produtos tradicionais como milho e feijão, algumas hortaliças e fruteiras.

No sítio Várzea, o produtor Lenivaldo Lourenço trabalha numa área de 0,5 hectares, em regime de parceria com o proprietário Fernando Marcolino Ramos.

Sudema participa da Semana Estadual de Mobilização em Defesa da Água

19 mar

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) participa da Semana Estadual de Mobilização em Defesa da Água, que começou nesta segunda-feira (18) e segue até o dia 22 deste mês, com uma programação direcionada a estudantes, técnicos e público em geral. O evento, que é organizado pelo Governo do Estado, acontece em sete municípios e tem o envolvimento  da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) Secretaria de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente (Seirhma) e Secretaria do Estado da Educação (SEE).

Com essa mobilização, a Sudema pretende sensibilizar a população a respeito da utilização sustentável dos recursos hídricos, contando com acolhida de escolas e estudantes convidados, exibição de vídeos educativos e apresentação da peça teatral “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”, da Companhia Arretado Produções Artísticas.

A coordenadora de Educação Ambiental da Sudema, Taciana Wanderley, destacou a promoção do evento enfocando atividades na conscientização dos jovens.  “Esse é o momento de alertarmos a sociedade, principalmente as crianças, que é o público alvo desse evento. Todo ser vivo depende da boa água e estamos mostrando o real valor dela, utilizando como ferramenta a educação”, pontuou

A abertura aconteceu nesta segunda-feira (18) em Patos, no auditório do Sebrae. Nesta terça-feira (19), as ações acontecem em Sousa, no auditório da Universidade Federal de Campina Grande. Já na quarta-feira (20), o evento prossegue no Auditório do Centro de Formação de Professores, no Bairro de  Malvinas, em Campina Grande. Todas as atividades iniciam às 8h30.

Já na quinta-feira (21), também pela manhã, acontecem atividades em Mamanguape, no auditório do Centro Cultural Fênix, localizado na Rua Barão do Rio Branco. Na Capital, no auditório do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), as ações se concentram em apresentações de projetos desenvolvidos pelo Estado. No turno da tarde, será realizada uma caminhada na Unidade de Conservação Estadual da Mata do Xém-Xém, em Bayeux, enquanto em João Pessoa, as ações se concentram no Centro de Formação de Professores localizado no Bairro de Mangabeira.

O encerramento, na sexta-feira (22), às 8h30, também no auditório do Unipê, vai contar com a apresentação do projeto de segurança hídrica do Estado. A atividade é aberta ao público geral e para participar é necessário fazer a inscrição por meio do link: http://bit.ly/DiaMundialdaAguaGovernoPB.

A Semana Estadual de Mobilização em Defesa da Água foi instituída por meio da Lei estadual Nº 6.756, de 8 de julho 1999. De acordo com a lei, durante a semana devem ser realizadas campanhas junto às populações sobre a conscientização da importância dos recursos hídricos.

Governo do Estado apresenta potencialidades da Paraíba para comitiva de Camarões

19 mar

19_03_19 Governo do Estado apresenta potencialidades da Paraíba para Comitiva de Camarões (1)

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba, apresentou nessa segunda-feira (18) as potencialidades da Paraíba para representantes do Governo de Camarões e empresários do país. A ação fez parte do evento Missão Internacional Brasil-Camarões, promovido pelo país africano, em parceria com a Federação das Indústrias  do Estado da Paraíba (Fiep), em João Pessoa.

Participaram do evento Rômulo Polari Filho, diretor presidente da Cinep, representando o Governo do Estado da Paraíba; Magno Rossi, presidente interino da Fiep; Frédéric Francis, secretário da Embaixada de Camarões, representando o Governo de Camarões; além de empresários camaroneses e paraibanos.

Na ocasião, Rômulo Polari expôs aos presentes as oportunidades nas áreas industriais de energias renováveis e enfatizou que grandes investidores internacionais têm buscado estreitar cada vez mais os laços com a Paraíba. “Os países e grandes investidores, ao promoverem estudos dos indicadores dos estados do Brasil, percebem que a Paraíba ocupa posição de significativa relevância, de destaque. Fruto de um trabalho de médio prazo realizado nos últimos oito anos, que alicerçou e criou ambiente para a aludida melhoria contínua. Razão pela qual eventos como estes vêm ocorrendo com relativa frequência”, ressaltou.

Rômulo ainda comentou o interesse da Comitiva de Camarões pela indústria do Cimento e que a Paraíba mais uma vez se destaca por ocupar o 1º lugar na produção de cimento no Nordeste e 5º no Brasil, segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (2018).

E também destacou as potencialidades da Paraíba quanto às energias renováveis: “A Paraíba é um dos estados mais promissores do País, seja no tocante às energias eólica ou solar. Segundo o atlas eólico do nosso estado, possuímos um potencial de instalação de uma capacidade de 10 Gw, lembrando que hoje o Brasil inteiro tem 14,7 Gw. Só a região do Seridó (oriental e ocidental) possui uma capacidade de 5,4 GW juntas. Quanto à energia solar, a Paraíba possui um dos maiores índices de irradiação solar do país, acima de 2200 Kw.h/m².ano”.

Para se ter uma ideia desse potencial, a Alemanha, que ocupa a 1ª colocação no mundo no que diz respeito à geração de energia solar per capita, apresenta índices da ordem de 800 a 1100 Kw.h/m².ano.

“A Paraíba é quente e nosso sertanejo sabe disso. Pois aí reside exatamente a grande chance da interiorização da industrialização no nosso Estado, gerando emprego e renda àquela população. Com indústrias de alto valor agregado e tecnológico, que está em franco crescimento no país, alinhada às políticas nacionais de geração. Fontes renováveis e limpas”, enfatizou Rômulo.

Ainda no evento, o representante do Ministério de Minas, Indústria e Desenvolvimento Tecnológico de Camarões e diretor da Transformação Local, Ivan Kabiena, apresentou as oportunidades comerciais do país e os incentivos que estão sendo concedidos para quem pretende investir na República. O país oferece isenções fiscais e alfandegárias, facilidade de acesso a terras e facilidades administrativas para autorizações.

“Apresentamos hoje o Plano de Industrialização da República de Camarões e que tem como estratégia o desenvolvimento agroindustrial, florestal e mineral em nosso país”, comentou Ivan.

Segundo o secretário da Embaixada de Camarões, Frédéric Francis, o país é rico em matérias-primas e por isso o governo quer implantar uma política industrial, com estratégias para serem implantadas até 2035. “Especialistas da República de Camarões estão em João Pessoa para apresentar esses dados e firmar possíveis parcerias”, frisou Francis.

Além das apresentações de potencialidades apresentadas nessa segunda-feira, a Comitiva de Camarões e empresários locais realizam nesta terça-feira (19) visitas técnicas em indústrias de João Pessoa e Campina Grande.

Coordenador do GAECO palestra na Semana Municipal da Transparência

19 mar

A Semana Municipal da Transparência Pública e Combate à Corrupção inicia nesta terça-feira (19) sua programação de cursos, palestras e debates sobre questões de controle interno, transparência pública, prevenção e combate à corrupção. A agenda do evento se inicia às 8h com a palestra “Gestão e controle na construção de uma nova sociedade”, que terá mediação do Secretário de Transparência, Ubiratan Pereira. A abertura do evento acontece no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), no bairro de Água Fria.

Confira a programação.

Abertura da III Semana Municipal da Transparência Pública e Combate à Corrupção

*Local:* Auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), Água Fria.

*08h* | Recepção dos participantes;

*09h15* | Abertura da III Semana Municipal de Transparência Pública e
Combate à Corrupção;

*10h* | Palestra: “Gestão e Controle na construção de uma nova sociedade”.
Palestrantes:

Rossana Guerra de Sousa (Gerente de Controles Internos do TJ-PB);

Octávio Celso Gondim Paulo Neto (Coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado – Gaeco);

Ubiratan Pereira de Oliveira (Secretário da Transparência Pública do Município de João Pessoa) – Mediador.